“Queimador de gordura local” – o que há de verdade nestas frases? Parte 1

Assim sendo, investigámos os conceitos mais arrojados e os mais ingénuos, e toda a treta que se fala sobre queimar gordura.
16.06.2017



Queimar gordura - seja uma palavra mítica ou uma coisa chata que já ouviu imensas vezes, independentemente da opinião, mais cedo, ou mais tarde, este assunto vem à baila na nossa vida. Pode ter passado dos 30 e começado a engordar, outras pessoas querem voltar ao peso normal depois de ter nascido um filho, outras podem ter problemas hormonais. Seja qual for o motivo, seria bom ter uma melhor compreensão da imensa informação que circula na internet sobre o assunto.

Assim sendo, investigámos os conceitos mais arrojados e os mais ingénuos, e toda a treta que se fala sobre queimar gordura. Se é daquelas pessoas que acredita em publicidade e põe fé em comprimidos mágicos e soluções fáceis, então é hora de acordar. (Não vale a pena ficar com a consciência pesada, todos nós procuramos soluções rápidas e fáceis de seguir!). Não estamos a dizer que vai ter que se esforçar até suar sangue, mas o facto é que para obter resultados vai ter que fazer algumas mudanças.

O que não se deve fazer?

“Só quero mudar o que como.”
Muitas pessoas acham que só a nutrição é que conta para se perder peso. O facto é que ambos a nutrição e o exercício são importantes (cerca de 70% e 30% respetivamente). Se mudar os seus hábitos alimentares e tiver um défice de calorias, irá queimar mais calorias do que as que consome, o que levará à perda de peso, até peso muscular. A menos que fortaleça os músculos por debaixo da camada de gordura, irá ficar com um corpo inerte e magro, mas sem uma postura correta e talvez com um pouco de pele flácida. Por outro lado, ao fazermos exercício iremos perder peso muito mais rapidamente, uma vez que esta atividade aumenta o bem-estar e a motivação.

Só quero perder peso da zona da barriga, por isso vou trabalhar apenas esta zona!
Nunca consegui perceber a mentalidade dos fabricantes daquelas máquinas em que supostamente só se precisa de fazer 3 minutos de exercício por dia. Há aqui duas questões: a pessoa pode trabalhar os músculos do abdómen o quanto quiser, mas o facto é que a menos que a camada de gordura desapareça, os músculos tonificados e definidos irão continuar escondidos. Pode usar esta máquina durante 5 ou 10 minutos algumas vezes por semana e ficar bem, se tiver uma boa dieta também (sim, esta máquina que comprou por uma módica quantia, é realmente útil, mas será que não é mais fácil comprar um tapete de ioga e fazer uns abdominais ou pranchas?!?). Por outro lado, quando se perde peso na zona abdominal, o corpo inteiro irá mudar ao mesmo tempo. Ter um estilo de vida correto aumenta o metabolismo, isto significa que as células de gordura são decompostas em glicerina e em ácidos gordos livres que entram na circulação sanguínea não só a nível local, mas em todo o corpo.

Então como se deve fazer?

  • Aqui estão alguns princípios básicos:
  • Deve comer 5 a 6 refeições por dia, e para ter um nível de energia e hormonal correto, deve fazê-lo de preferência à mesma hora (embora não haja qualquer regra na hora a comer a seguir às 18 horas, é uma questão de escolha).
  • Em vez de hidratos de carbono simples, opte pelos complexos (por exemplo farinha integral, em vez de branca, e eritritol em vez de açúcar).
  • Beba muita água, até 3 ou 4 litros por dia e além disso, pode beber chá verde ou preto e café simples.
  • Opte por refeições ricas em fibras, tenha uma dieta variada e tome atenção à proporção de proteínas/ hidratos / gordura. (Deve ser aprox. 50%-30%-20%, respetivamente, mas poderá variar consoante o seu tipo de corpo.)
  • Cada refeição tem a sua importância: ao pequeno-almoço deve consumir proteínas e hidratos de carbono complexos porque o corpo esteve sem comer durante a noite; o snack a meio da manhã dá-lhe energia, o almoço deve ser completo e depois de treinar deve consumir hidratos de carbono de processamento rápido, enquanto que o jantar deve incluir proteínas de absorção lenta.
  • Deve praticar exercício 3 a 4 vezes por semana, de 30 a 60 minutos e escolher um desporto que goste, pois ajuda imenso na motivação. Deve combinar cardio com pesos e não tenha medo de pesos médios a pesados. Deve incluir 8-12 repetições.
  • Deve trabalhar todas as partes do corpo durante a semana, os grupos de músculos maiores (coxas, costas) são muito importantes para iniciar a queima de gordura.

Se está interessado em acabar com os mitos sobre como queimar gordura, siga-nos no próximo artigo sobre este tópico.


Pana Eliézer
Traine


O que melhorarias neste artigo?




O conteúdo podia ser...





Cancelar

GOSTAS DESTE ARTIGO?